Anotações do Mês - Janeiro 2020

Todo mês, vou fazer uma transcrição do meu caderninho de anotações da viagem. Não anoto todos os dias, mas apenas os momentos que me marcaram e que eu não quero esquecer. Acho que vai dar uma boa ideia do que vemos (e vivemos!) no dia-a-dia da viagem.


Quinta, 02/01 – Zion, Utah

Hoje fomos fazer uma trilha de carro; o Fê curte esse tipo de passeio, que ele fez bastante em Mojave, mas eu não gosto muito, principalmente quando tem muito obstáculo como travessia de rios ou muitas pedras grandes para subir. Tivemos que comprar uma bandeira bem alta que vai atrás do carro, como ítem de segurança, e começamos a trilha. Andamos um pouco (1 hora) e as pedras começaram a ficar maiores, com várias subidas que parecia que o carro ia virar. Eu saí do carro e fui a pé, não me sentia bem dentro do carro. Até que chegamos num ponto com muitas pedras, e resolvemos voltar.


Estamos ficando num Airbnb ótimo! Temos a casa toda para nós, e ela é linda, e enorme. Estamos adorando!

Sexta, 03/01 – Zion, Utah

Começamos a visitar os parques de Utah, ficando em Airbnbs, porque está muito frio para acampar (não acampo em temperaturas negativas). Hoje fomos no Zion – lindo! Fizemos a trilha “Angels landing” que é considerada difícil, tem uma super subida. Chegamos quase até o final, e o último trecho você vai segurando uma corda para não cair no precipício, e eu nem tentei ir. O Fê foi um pouco mas não conseguiu ir até o final porque tinha gelo e neve, precisaria de equipamento específico. Mas a vista dali já era ótima. Depois fizemos uma outra trilha, mais fácil, e também super legal, pelas formações rochosas do parque. Ótimo dia!


Sábado, 04/01 – Bryce, Utah

Hoje visitamos o Bryce Canyon, lugar de tirar o fôlego! Já subiu para um dos meus preferidos.

Fizemos uma trilha por entre os cânions e “hoodoos”, formações de pedra que parecem esculturas. O parque estava coberto de neve, e a trilha foi bem escorregadia, mas foi divertido. Eu não parava de falar “que coisa mais linda!”.

Eu e o Fê estamos fazendo planos de voltar para essa região com nossos filhos, no verão. A paisagem deve ficar toda diferente, deve ser lindo!

Domingo, 05/01 – Fruita, Utah

Hoje só dirigimos até a próxima região de parques que vamos explorar. Acabamos ficando num Airbnb que é o dobro do preço dos outros que estamos ficando, mas a casa não tinha nada demais. Tem pouca oferta nessa região.

Segunda, 06/01 – Moab, Utah

Fizemos uma trilha de carro (bem tranquila, ufa!) por uma região toda nevada (o parque se chama Capitol Reef), e com uma super neblina no céu. Não conseguíamos ver as formações que tínhamos ido ver (que lembram uma catedral) mas a paisagem estava linda, completamente branquinha!





Chegamos na cidade de Moab – que também é o nome de um deserto muito famoso, as pessoas vêm para essa região para fazer trilhas de carro e moto no deserto. O Fê queria muito ter vindo para cá no verão, mas não cabia no nosso calendário. Pegamos um preço ótimo num hotel e ainda ganhamos upgrade, já que a cidade está vazia nessa época.

Fomos jantar hambúrguer e tomar cerveja num bar, depois de vários dias almoçando lanche no carro (ou na trilha) e fazendo comida nos Airbnbs à noite.

Terça, 07/01 – Moab, Utah

Fomos conhecer o parque Arches – o tempo ainda estava bem fechado e fazia muito frio, não aproveitamos muito o parque e eu não voltaria. Não vimos nada que o Zion e o Bryce não tenham, e esses são muito mais bonitos.






Quarta, 08/01 – Moab, Utah

Dia de Canyonlands, outro parque que não conseguimos aproveitar muito por conta do tempo. A visibilidade estava péssima, só conseguimos ver os cânions por um breve momento. Mas esse parque parece ser lindo e com paisagens diferentes, queremos voltar!


Quinta, 09/01 – Page, Arizona

Dirigimos até Page e agendamos um tour para amanhã pelo Antelope Canyon – estou louca para ir lá! As fotos desse lugar são maravilhosas.

Fiquei com um pouco de dúvidas sobre qual agência escolher para o tour, uma delas é bem mais barata do que as outras (48 dols vs. 70-80) mas eu fui lá conversar e não gostei muito. Acabei achando uma online por 68 e reservei nessa mesmo. Dizem que, uma vez dentro do cânion, todos os tours são iguais. Vamos ver.

Sexta, 10/01 – Page, Arizona

Fizemos o tour pelo Antelope Canyon! Foi maravilhoso! Nosso guia foi ótimo, contou várias curiosidades, nos mostrou como o cânion foi formado e, o mais legal, tirou várias fotos nossas que ficaram ótimas! Era impressionante ver ele tirando fotos, só com as configurações do celular elas saíam perfeitas, sem precisar editar nada.

O Fê se divertiu muito tirando fotos lá de dentro, e ainda fez um vídeozinho na saída. E ver o cânion de dentro é muito legal também, as formas curvas formadas pela água parecem tão frágeis, é lindo de ver.

Depois do tour fomos ver Horseshoe Bend, onde o rio Colorado faz a curva, rs. É bem lindo, de longe não dá pra ter ideia de tão grande que é. Vimos pessoas acampando lá embaixo, na borda do rio! Fê disse que eles devem ter chegado lá de caiaque, porque não tem estrada ou trilha até lá.


Rodamos algumas lojinhas mas não achamos nenhum adesivo bonito do cânion. Compramos um outro da região e só.


Sábado, 11/01 – Flagstaff, Arizona

Dirigimos até o Grand Canyon hoje! Estava com uma expectativa bem alta, pelo tanto que o Grand Canyon é conhecido (muito mais do que os outros parques que fomos nos últimos dias), e acabei me decepcionando. O cânion é realmente grande, mas chega a ser tão largo que não parece um cânion. Também, na parte mais larga, são 16 km de largura. Andamos pela borda (chamada de “rim”) e tiramos poucas fotos. O vento estava super forte, e o chão escorregadio por conta do gelo. As trilhas são todas longas e bem difíceis, então não fizemos nenhuma. Demos uma volta de carro e voltamos.

Pegamos um hotel para a noite, e eu achei um restaurante/bistrô pela internet e resolvemos tentar. Foi ótimo, comemos bem e eu ainda tomei uma caipirinha!

Domingo 12/01 – Farmington, New Mexico

Dirigimos para Farmington, em New Mexico (nosso 26º estado!) – amanhã vamos falar com um mecânico indicado pelo Johnny, que construiu o Howdy! Queremos fazer uma revisão geral e completa antes de cruzarmos para o México, com um mecânico de confiança.


Visitamos uma Petrified Forest!

Pegamos 2 dias num Airbnb – a casa é boa, o quarto e a cama são ótimos, mas o host é meio estranho. Gente boa, mas estranho, rs.

Segunda, 13/01 – Farmington, New Mexico

Levamos Howdy até o Bill, e o adoramos! Ele foi super profissional, levantou o carro, passou a manhã toda (horas!) olhando o carro e conversando conosco sobre o que queríamos fazer. Fez uma lista completa dos ajustes necessários e das peças que precisam ser compradas. Combinamos de trazer o carro novamente na quarta-feira, quando ele vai estar com as peças e pode começar a trabalhar.

Terça, 14/01 – Farmington, New Mexico

Fê me deixou na biblioteca de manhã e foi lavar o carro e comprar algumas coisas. Fiquei trabalhando no site.

Fomos no mercado comprar comida para os próximos dias e trocamos de Airbnb, precisamos de um lugar até sexta, pelo menos.

Quarta, 15/01 – Farmington, New Mexico

Pegamos um Airbnb ótimo, com hosts ótimos também. Fê foi levar o Howdy na mecânica e acabou passando o dia todo lá ajudando o Bill, e aprendendo. Eu fiquei em casa trabalhando no site.

À noite, conversamos com os hosts, quiseram saber tudo da viagem, foi bem legal.

Quinta, 16/01 – Farmington, New Mexico

Fê foi levar o carro na mecânica e ficou por lá de novo.

O site está pronto! Vou lançar no sábado.

Sexta, 17/01 – Farmington, New Mexico

Fui num café pela manhã, para sair de casa um pouco. Peguei um pouco de neve na volta – está bem frio aqui em NM! À noite, saímos para jantar Bill e Vic (sua esposa), Fê e eu. Foi uma noite muito agradável – eles nos levaram num japonês (estava Ok, é difícil achar um japonês bom nas cidades pequenas daqui, ainda mais quando se está acostumado com os restaurantes de SP, que são ótimos) e depois comemos sobremesa num frozen yogurt.

Sábado, 18/01 – Farmington, New Mexico

Fê ainda ficou o dia todo na mecânica, o carro ficou pronto mas faltam alguns ajustes. Fomos no cinema à noite, só para distrair (ele ficou bem cansado esses dias, e eu não tenho feito muita coisa). Vimos uma animação (Spy in Desguise) e eu fiquei impressionada de ver tanta criança no cinema, que começou às 9pm!

Domingo, 19/01 – Farmington, New Mexico

Nos despedimos da família do Airbnb, Andy e Kim (e a cachorra Lady), que são uns amores. Eles tiraram fotos nossas e fizeram uma oração por nossa viagem. Arrumamos tudo de volta no carro, fizemos mercado e pegamos um hotel. A ideia é pegar uma peça amanhã de manhã, que vem pelo UPS, alinhar o carro e começar a viagem até o Arizona.





Segunda, 20/01 – Farmington, New Mexico

Acordamos super cedo e fomos até a mecânica encontrar o caminhão do UPS; Fê ligou lá para confirmar e disseram que o pacote só chega na quarta; haviam dado informação errada antes. Ele ligou para a loja e conseguiu resolver, vão mandar outra peça direto para o Arizona, que pegaremos quando chegarmos lá. Fizemos o alinhamento do carro, tomamos café da manhã, resolvemos pegar outro hotel e sair só amanhã cedinho – o hotel que pegamos ontem era horrível, tinha 2 buracos na porta do banheiro, o aquecedor não funcionava direito...

Encontramos com o Colin na rua – ele parou para falar conosco logo que chegamos em Farmington, e por coincidência conhecia o Bill, e ficamos amigos dele. Muito gente boa.

Fomos passear nas ruínas de uma civilização nativa, chamada Aztec Ruins (mas que não são aztecas, haha). Foi legal, mas o lugar era bem pequeno. Também andamos pelo “river boardwalk” da cidade, só para fazer um exercício mesmo.


Rodamos várias lojas e achamos uma maquininha de cortar cabelo para o Fê! Acho bem melhor assim, eu vou cortar o cabelo dele e não vamos precisar pagar cabeleireiro.

Terça, 21/01 – Farmington, New Mexico

Acordamos com chuva, resolvemos ficar mais um dia em Farmington! Rs. Eu tento, tento, mas não consigo sair dessa cidade. O Fê quer aproveitar para escrever, o que não conseguiu fazer nos últimos dias porque estava na mecânica cuidando do carro. Só saímos do quarto para almoçar, comemos hambúrguer num pub bem antigo.

Quarta, 22/01 – em algum lugar no Arizona

Dirigimos de New Mexico até Arizona, pelo caminho mais bonito que Bill nos mostrou. Passamos por paisagens bem bonitas, mas estava nublado por grande parte do caminho. Acampamos (fazia tempo!) num lugar que normalmente seria de graça, mas cobra 3 dólares porque tem um “hot tub” natural. Fomos pela manhã, foi gostoso. Conversamos com um casal de aposentados que já viajaram muito, falamos inclusive sobre a Alemanha. Depois conversamos com um senhor separado, veterano de guerra, que perdeu a casa num furacão. Duas conversas bem diferentes!

Quinta, 23/01 – Sonoita, Arizona

Chegamos na casa do Johnny e da Diana – que na verdade é uma fazenda com 3 cavalos, 2 cachorros (Toby e Tess) e 2 gatos. Johnny é o antigo dono do Howdy, ele nos achou pelo Instagram e nos convidou para sua casa. Hoje à noite fomos com eles para uma noite de “trivia” no bar da cidade (a “cidade” não tem nem centrinho, só uma intersecção de avenidas, onde fica o correio, posto de gasolina, 2 restaurantes e o bar, onde fomos). A noite foi ótima! É muito interessante ver a dinâmica de uma cidade tão pequena – Johnny e Diana cumprimentaram por nome todos no bar, inclusive as garçonetes.

Sexta, 24/01 – Sonoita, Arizona

Hoje de dia Fê ficou com Johnny arrumando algumas coisas no Howdy. Eu fiz uma caminhada pela fazenda, fiz yoga e li. Fomos todos almoçar em um dos restaurantes da cidade (de novo, eles conheciam todo mundo por nome) e à noite jantamos juntos, Diana fez coxa de frango assada com legumes. Ela me mostrou como usar a máquina de café expresso – como boa européia, odeia o café americano. Ficamos conversando e tomando vinho um tempão, foi ótimo.












Sábado, 25/01 – Sonoita, Arizona

Hoje o dia foi corrido – de manhã fomos conhecer o Saguaro NP. Foi demais! Visitamos um lado do parque primeiro, vimos vários saguaros e fizemos uma trilha. Dirigimos até o outro lado do parque e, durante o caminho, vimos uma imensidão de saguaros pela estrada!

Depois fomos almoçar com a Bárbara e o Daniel, que nos contataram via Instagram. Eles moram em um motorhome e viajam pelos EUA. O almoço foi ótimo, eles são super legais, nos identificamos muito.

@wanderinwhilewecan

Fomos em alguns mercados e lojas de bebida para comprar os ingredientes do jantar. Eu fiz strogonoff e bolo de cenoura, Fê fez caipirinhas e também fizemos pão de queijo (compramos congelado). Todos adoraram o jantar brasileiro!

Domingo, 26/01 – Sonoita, Arizona

Hoje Johnny e Diana nos levaram para fazer uma trilha offroad em seu Land Cruiser série 80 (modelo antigo do Howdy). Eu fui no 80 com eles e os 2 cachorros, e o Fê foi com L.P., um vizinho deles. Foi bem interessante, todo mundo foi preparado com drinks e cervejas! Rs. Eu ainda não tinha feito um passeio de carro com o objetivo de beber, haha.

Segunda, 27/01 – Sonoita, Arizona

Fomos num despachante transferir o registro do Howdy de NJ para AZ. Já estava na hora de renovar o registro, e NJ estava pedindo que eu fosse lá pessoalmente fazer a renovação. A transferência foi super simples, em menos de 20 minutos tínhamos tudo resolvido e bem mais barato. A nova placa é até mais bonita do que a antiga!

Passamos no mercado e nos preparamos para sair da casa do Johnny amanhã.

Terça, 28/01 – Camino del Diablo, Arizona

Tiramos fotos com Johnny, Diana, os cachorros e os gatos, e nossos carros, antes de sairmos para El Camino del Diablo. Essa é uma trilha pelo deserto entre AZ e CA, por onde muito imigrantes tentam chegar nos EUA. Johnny era policial e fazia patrulha dessa região, e nos mostrou no mapa o melhor caminho para seguirmos. Logo no começo do caminho passamos por uma revista do exército e pediram para ver nossos passaportes, e foram muito educados e simpáticos. Passaríamos por outras duas revistas ainda ao longo da trilha.


Passamos a noite num lugar muito bonito, cheio de cactos, onde até pegava internet. Fizemos fogueira.


Quarta, 29/01 – Camino del Diablo, Arizona

Dirigimos o dia todo pelo Camino. Só cruzamos com um outro casal que estava por lá a passeio (fora eles, só vimos carros do exército), canadenses aposentados que passam o inverno por lá há 4 anos. Fez bastante vento à noite, custamos a achar um lugar bom para acampar. Ficamos perto de uma pedra com um buraco, onde eu me protegi do vento. Infelizmente eu já tinha montado a cozinha, e tudo ficou coberto de areia.


Quinta, 30/01 – Yuma, Arizona

Terminamos o Camino – foi uma ótima experiência, adorei estar no deserto que vi tantas vezes em filmes. Tomamos banho numa academia (tive que preencher um registro gigante, nunca precisei disso antes), almoçamos num japonês, passamos num Starbucks para baixar filmes, e fomos dormir novamente num wild camping.

Sexta, 31/01 – Joshua Tree, Califórnia

Chegamos de tarde no Joshua Tree – último NP da viagem! Dirigimos por uma parte do parque, passeamos num jardim de cactos “teddy bear” e foi isso.


Só achamos um bom lugar para dormir quando já estava escuro, fizemos um lanche e fomos dormir.

  • Instagram
  • Facebook